Menu Principal
Entrar
Usuários online
2 visitantes online (1 na seção: Notícias)

Usuários: 0
Visitantes: 2

mais...

Notícias relacionadas ao Observatório Astronômico.
(1) 2 »
Observatório Astronômico : Observatório da UEPG participa de descoberta astronômica
Enviado por memilio em 31/03 (1978 leituras)





O Observatório Astronômico da UEPG participou de
observações que determinaram a descoberta de que o asteroide distante
Chariklo se encontra rodeado por dois anéis densos e estreitos. Marcelo
Emílio, coordenador do Observatório, registra o significado da
descoberta, dizendo que “se trata do menor objeto já descoberto com
anéis – e apenas o quinto corpo no sistema solar, depois dos planetas
gigantes Júpiter, Saturno, Urano e Netuno, com essa caraterística. As
observações foram realizadas em diversos locais da América do Sul e os
resultados estão disponíveis online na publicação da Revista Nature de
26 de março de 2014.



Marcelo Emílio explica que a origem dos anéis
permanece um mistério, no entanto pensa-se que pode ser o resultado de
uma colisão que criou um disco de detritos. Sobre a descoberta destacada
pelos astrônomos como surpreendente, o professor relata que, além dos
anéis de Saturno, que são um dos mais bonitos espetáculos no céu, outros
anéis, menos proeminentes, também foram encontrados em torno dos outros
planetas gigantes. Sublinha que, apesar de buscas cuidadosas, nunca
foram encontrados anéis em volta de outros objetos menores do sistema
solar. Marcelo Emílio resume a euforia dos astrônomos porque, agora, as
observações do longínquo asteroide Chariklo, feitas quando este passava
em frente a uma estrela, mostram que ele também se encontra rodeado por
dois anéis estreitos.



Anéis de uma Colisão



Quanto a Chariklo, o professor conta que é o
maior membro de uma classe de objetos conhecidos por centauros, que
orbitam o Sol entre Saturno e Urano, no sistema solar externo. “Os
centauros são pequenos corpos com órbitas instáveis no sistema solar
exterior, que atravessam as órbitas dos planetas gigantes”. Marcelo
Emílio ressalta o fato do asteroide Chariklo apresentar anéis ainda ser
um mistério. “A formação dos anéis deve ser relativamente recente,
resultado de uma colisão. Uma ou mais luas de Chariklo, que estão ainda
por serem descobertas, poderia justificar a estabilidade dos anéis”. Os
astrônomo da UEPG assinala que previsões de sua órbita mostraram que o
asteroide passaria em frente da estrela UCACA 248-108672, em 3 de junho
de 2013, quando observado a partir da América do Sul.



 






 



Com o auxílio de telescópios localizados em sete
espaços diferentes, incluindo o telescópio de 40 cm da UEPG, no Campus
de Uvaranas, os astrônomos puderam observar a estrela desaparecer
durante alguns segundos, conforme o professor. “Foi o momento em que a
sua luz foi bloqueada pelos anéis de Chariklo, num fenômeno conhecido
por ocultação”, diz Emílio, acrescentando que “se trata da única maneira
para se saber o tamanho e forma exatos de um objeto tão remoto”.
Prossegue: “Chariklo tem apenas 250 quilômetros de diâmetro e
encontra-se a mais de um bilhão de quilômetros de distância. Mesmo com o
uso dos melhores telescópios, um objeto tão pequeno e distante aparece
apenas como um tênue ponto de luz.



Descoberta Conjunta



Na ação conjunta de observação, os astrônomos
descobriram que o sistema de anéis é composto por dois anéis bastante
confinados, com apenas sete e três quilômetros de largura,
respectivamente, segundo o professor. “Estão separados entre si por um
espaço vazio de nove quilômetros - e tudo isto em torno de um pequeno
objeto com 250 quilômetros de diâmetro que orbita além da órbita de
Saturno”. Externando o orgulho do Observatório Astronômico da UEPG
integrar a equipe da importante descoberta, o professor Marcelo Emílio
considera esse momento como significativo como justificativa para a
criação do curso de Bacharelado em Astronomia da UEPG, em trâmite na
instituição.



Professor do Departamento de Geociências e da
Pós-Graduação em Ciências-Física da UEPG, Marcelo Emílio assina o artigo
da Revista Nature com o aluno de mestrado Leandro Mehret. O artigo
também traz a presença de vários astrônomos - e registra como primeiro
autor o professor doutor Felipe Braga-Ribas, do Observatório
Nacional/MCTI. O professor Emílio diz que a publicação se soma a várias
outras de grande impacto na área de astronomia da UEPG. Também inclui
outras três publicações na revista Nature e duas na Science. Para
Marcelo Emílio, a participação em artigos na área demonstra que é
possível o desenvolvimento de pesquisas relevantes em astronomia na
UEPG.



Artigo completo: http://www.nature.com/nature/journal/vaop/ncurrent/full/nature13155.html



Comentários?
Observatório Astronômico : ABERTA AS INSCRIÇÕES PARA UTILIZAR O TELESCÓPIO DA UEPG PELA INTERNET
Enviado por pittneves em 17/10 (4945 leituras)







Telescópios na Escola



   O Observatório Astronômico da Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG) oferece observações remotas, como parte do projeto de extensão “Telescópios na Escola” (TnE), coordenado pelo Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas (IAG) da Universidade de São Paulo (USP). O TnE objetiva promover o ensino em ciências possibilitando às escolas utilizar telescópios robóticos equipados com câmeras CCD para a obtenção de imagens de astros em tempo real. Os telescópios são operados pelas escolas remotamente através de uma página web, não sendo necessário conhecimento prévio de Astronomia.



   A observação é feita a partir de um computador ligado à internet, utilizado para estabelecer a interface computacional com o observatório. O sistema utilizado executa o direcionamento do telescópio e a aquisição de imagens digitais. Deste modo, os alunos, com a supervisão de um professor, passam a ser os exploradores, possibilitando a escolha dos objetos que desejam observar e estudar e decidem como trabalhar com os dados e ainda aprendem.



   O espelho do telescópio da UEPG possui 40 cm de diâmetro, permitindo a visualização da Lua e suas crateras, dos planetas e seus satélites, asteroides, estrelas duplas, aglomerados, nebulosas e galaxias.



   O agendamento para as observações remotas pode ser feito pelo formulário eletrônico disponível em:



http://www.jupiter.uepg.br/modules/mastop_publish/?tac=Formul%E1rio. 



Para as sessões remotas, as datas serão definidas de acordo com as possibilidades de cada escola e também do Observatório, com início às 19h30 até às 21h00, sendo acompanhadas por um acadêmico do Observatório. Após o agendamento, o professor interessado na observação remota será instruído sobre o uso do sistema.



   As sessões de observação remota têm por objetivo auxiliar nas atividades educativas desenvolvidas por escolas, planetários e outras instituições de ensino, sendo dirigidas a professores e estudantes de todos os níveis. As sessões remotas, permitem a visualização do céu noturno pela internet, utilizando o telescópio robótico localizado no Observatório Astronômico da UEPG.



    Mais informações em:



http://www.jupiter.uepg.br/modules/mastop_publish/?tac=Telesc%F3pio_na_Escola 



(Fonte: Observatório Astronômico da UEPG -http://www.jupiter.uepg.br)








 




Leia mais... | Mais 5907 bytes | Comentários?
Observatório Astronômico : UEPG desenvolve projeto de divulgação da astronomia
Enviado por ChrystianL em 01/06 (1698 leituras)
O Observatório Astronômico da Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG) recebeu dois planetários para execução do projeto “Associação Paranaense de Divulgação de Astronomia – Céu do Paraná”, contemplado com recursos de R$ 120,9 mil do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e mais R$ 100 mil da Fundação Araucária, totalizando R$ 220,9 mil. O convênio entre a UEPG e a Fundação Araucária para repasse dos recursos foi assinado em dezembro de 2010.

Segundo o professor Marcelo Emílio, diretor do Observatório Astronômico, conforme o edital do CNPQ, esse projeto visa à promoção de atividades de divulgação científica, através da interatividade com o público. “A informação de qualidade proporciona uma leitura correta do significado da ciência e da tecnologia para a o desenvolvimento da sociedade”, diz o professor, observando que no caso da astronomia há uma carência de espaços e projetos educativos alternativos que proporcionem uma aproximação maior com a sociedade.

“A UEPG promove ações de interatividade, mas que dependem do deslocamento de estudantes e demais interessados até o Observatório Astronômico, localizado no Campus de Uvaranas”, lembra Marcelo Emílio. Com o projeto de divulgação da astronomia, denominado “Céu do Paraná”, essas informações serão levadas ao público através de planetários infláveis, que podem ser levados a escolas, universidades, praças, shoppings e eventos diversos. Um desses planetários ficará em Curitiba, enquanto o outro será itinerante, circulando pelo interior do Estado.

Conforme Emílio Merino de Paz Júnior, da Sociedade de Astronomos Amadores de Curitiba, parceira no projeto, originalmente, o planetário consiste no aparelho de projeção desenhado para recriar a aparência de planetas e estrelas em ambientes com a forma de uma abóbada, de forma que se tenha uma visão do firmamento. “Através desse sistema de projeção, é possível representar o céu noturno de qualquer latitude terrestre”.

Hoje, comenta Marcelo Emílio, o planetário não se resume apenas ao aparelho projetor, mas ao recinto em que recria a imagem do firmamento, como é caso dessas duas estruturas infláveis que vão servir ao projeto “Céu do Paraná”. Inicialmente, o planetário itinerante do Interior do Estado será instalado no Campus Universitário de Uvaranas, junto ao Observatório Astronômico e outros espaços de realização de eventos da instituição. ´”Para o mês de maio, já estamos em negociação para a instalação do planetário em um shopping da cidade”, adianta o professor, lembrando que o equipamento deverá compor o grupo de ações da UEPG levadas ao ‘Programa Paraná em Ação’, da Secretaria Especial de Relações com a Comunidade.

Nessa linha de aproximação com a sociedade, Marcelo Emílio acrescenta que o projeto “Céu do Paraná” contempla três linhas de ação. A primeira de atividades de ‘ciência móvel’, com exposições, observação noturna e planetário móvel, em 40 cidades paranaenses. “A ideia é chegar às cidades com menor índice de desenvolvimento humano”, completa. Outra linha prevê a realização de cursos de 40 horas, para capacitação de profissionais que atuam em ensino e divulgação de astronomia (professores do ensino médio fundamental), em Curitiba, Londrina, Ponta Grossa, Maringá e Foz do Iguaçu. “Por fim, vamos buscar o aprimoramento dos espaços científico-culturais das instituições que participam desse projeto e aquisição de experimentos interativos”.

O projeto “Céu do Paraná” é realizado pela UEPG em parceria com o CNPq, Fundação Araucária, Sociedade de Astrônomos Amadores do Paraná, Clube de Astronomia do Colégio Estadual do Paraná (Cacep), Clube de Astronomia da Universidade Tecnológica Federal do Paraná (Cautec), Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR), e Universidade Federal do Paraná (UFPR), Parque de Ciências Newton Freire Maia (PCNFM)
Comentários?
Observatório Astronômico : Noites Astronômicas 2011
Enviado por ChrystianL em 23/02 (3406 leituras)

Já está disponível o agendamento para as escolas que tem o interesse em participar do projeto ‘Noites Astronômicas 2011’.

Leia mais... | Mais 1430 bytes | Comentários?
Observatório Astronômico : Datas dos Episódios do Séries científicas
Enviado por Rodolfo em 18/05 (2036 leituras)
DATA:           EPISÓDIOS:
 
06/05/10 Da terra à Lua 01/12
 
13/05/10 Da terra à Lua 02/12
 
20/05/10 Da terra à Lua 03/12
 
10/06/10 Da terra à Lua 04/12
 
17/06/10 Da terra à Lua 05/12
 
24/06/10 Da terra à Lua 06/12
 
29/07/10 Da terra à Lua 07/12
 
12/08/10 Da terra à Lua 08/12
 
19/08/10 Da terra à Lua 09/12
 
26/08/10 Da terra à Lua 10/12
 
02/09/10 Da terra à Lua 11/12
 
09/09/10 Da terra à Lua 12/12
 
16/09/10 Space Odissay 01/02
 
30/09/10 Space Odissay 02/02
                                            
07/10/10 Apollo 13
 
14/10/10 Roving Mars
               
28/10/10 Hubble 15 anos de descoberta
                             
04/11/10 Longitude 01/02
 
11/11/10 Longitude 02/02

Comentários?
(1) 2 »
Observatório Astronômico - Campus Uvaranas - Av. Carlos Cavalcanti, 4748 - Uvaranas - Ponta Grossa - PR CEP 84030-900 Fone (42) 3220-3199